• Sobre uma história do insensível – o caso da casa de Marighella, por Alenice Baeta

    Me causou indignação a negação do pedido de tombamento em âmbito estadual por parte do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural-IPAC da Bahia de uma casa da Baixa dos Sapateiros em Salvador, Bahia. Saber que nela o revolucionário Carlos Marighella passou parte de sua vida com sua família, e que este mesmo sítio tem inspirado ao longo dos últimos decênios múltiplos significados sobre a sua memória. Marighella herdou dos pais a combatividade- um operário imigrante italiano e uma negra descendente dos haussás, conhecidos por participarem de sublevações contra a escravidão e exploração dos trabalhadores. O proponente do pedido de tombamento ... Leia Mais »
Scroll To Top