• RS – Torres sim, mas de rocha, não de concreto, por Lara Lutzenberger

    No cenário de Torres, situam-se minhas mais preciosas lembranças de infância e adolescência. Nos anos 1970 e 1980, as únicas torres, e, portanto, as mais imponentes, eram o Morro do Farol e as da Guarita. No entardecer, veranistas reuniam-se no Hotel Farol para uma caipirinha, empadas de camarão ou um cafezinho no mesmo balcão em que era vendido um pão d’água e ‘de minuto’ que nunca vi igual em outro lugar. Circular de bicicleta com outras crianças, ou mesmo sozinha, não implicava em temor nenhum. O Parque da Guarita ainda não levava o nome do meu pai, mas era por ... Leia Mais »
Scroll To Top