Cansado de exigências do Iphan, morador do Centro Histórico de Icó (CE) coloca sobrado à venda

20170314_143419

Morador e comerciante do Centro Histórico de Icó, Damon Magalhães, decidiu vender o imóvel, o Sobrado do Mirante, sob o argumento de não suportar mais as exigências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

De acordo com informações de amigos, Damon Magalhães teria feito uma reforma interna no imóvel e colocado uma viga de concreto, mas o Iphan exigiria de um certo tipo de madeira, que teria custo elevado. O proprietário agora deve desfazer a obra de reforma orçada em cerca de R$ 50 mil.

“Ele está revoltado, é um morador antigo, mas diz que resolveu ir embora da cidade”, contou um amigo comum.

O blog tentou contato com o proprietário, mas o telefone não atendeu.

O Centro Histórico de Icó foi tombado pelo Iphan na segunda metade da década de 1990. O sítio histórico recebeu recursos do Projeto Monumenta do Ministério da Cultura. Qualquer intervenção nos imóveis públicos e privados precisa de autorização e projeto aprovado pelo Iphan. Diário Centro Sul

Por Juan Carlos

Fonte original da notícia: Mais FM Iguatu