Belotur/Divulgação

Belotur/Divulgação

O conjunto arquitetônico da Pampulha, parte da identidade de Belo Horizonte, poderá estampar roupas, acessórios, bolsas e calçados. A Belotur divulgou na segunda-feira (17) que irá licenciar a marca “Pampulha” para produtos comerciais. O edital foi publicado no início de abril no Diário Oficial do Município.

A marca também poderá estar presente em materiais de escritório, souvenir, eletrodomésticos e eletrônicos, bijuterias e jóias, roupa de cama, mesa e banho, mobiliário e decoração, aplicativos e jogos eletrônicos, alimentos e bebidas, entre outros.

A criação de uma marca que carregue a identidade do símbolo modernista é, na visão do presidente da Belotur, Aluizer Malab, uma estratégia para incentivar o comércio e fazer com que a cidade alcance maior projeção. Em 2016, o conjunto arquitetônico foi reconhecido pela Unesco como patrimônio cultural da humanidade.

“Essas ações vêm ao encontro da iniciativa de valorizar nossa cidade e seus atrativos. Nossas marcas podem e devem circular mundo afora como acontece em todos os grandes centros mais procurados como destino pelos turistas”, disse Aluizer em nota.

O diretor do Conjunto Moderno da Pampulha, Gustavo Mendicino, afirma que a marca irá potencializar o turismo em Belo Horizonte. “A utilização de produtos comerciais com a marca ‘Pampulha’ impulsiona a divulgação e reforça a imagem da capital mineira, gerando negócios e ampliando as possibilidades de comercialização desses produtos assim como novas receitas em prol do desenvolvimento e fomento das atividades turísticas na cidade”, afirmou.

Segundo a prefeitura, a marca “Pampulha” traz as formas geométricas de três elementos do conjunto arquitetônico: os traços de Niemeyer, simbolizados por um quadrado, o paisagismo de Burle Marx, representados por um círculo, e o espelho d’água da Lagoa da Pampulha, que é mostrado, na identidade, como ¼ de círculo.

Fazem parte do Conjunto Moderno da Pampulha a Igreja de São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile, o Iate Tênis Clube, as praças Dino Barbieri e Dalva Simão, e o espelho d’água da lagoa.

Marca

As empresas que quiserem produzir itens com a marca podem solicitar o edital pelo e-mail licitacoes.belotur@pbh.gov.br, ou no portal Belo Horizonte. As inscrições vão até 29 de dezembro de 2017. As propostas serão analisadas pela Comissão Permanente de Licitação da Belotur.

Fonte original da notícia: Hoje em Dia